Indy vs F1

Para início de conversa (sim, quero tratar disso aqui como uma conversa), hoje pedi em meu Facebook para que me dessem sugestões de temas para escrever aqui, afinal o objetivo desse blog é informar e não adianta nada eu informar o que todos já sabem, ou aquilo que só interessa a mim (embora eu tenha plena consciência de que falar de automobilismo no Brasil é praticamente falar de algo que só interessa a mim).

Sugestão de Filipe Michelazzo que virou categoria no blog: Indy vs F1.

Trataremos aqui das diferenças entre as categorias, semelhanças e curiosidades sobre as duas!

Na montagem acima temos à esquerda o carro DW12 da Indy e à direita o MP4-27 da McLaren, ambos de 2012.

Percebe-se claramente que são carros semelhantes, mas diferentes. Semelhantes pois são monopostos com aerofólio traseiro e asa dianteira e outras coisas que é possível identificar.

Fica claro na foto, porém, que o carro da Indy é muito mais simples em suas curvas e aletas, está aí a primeira diferença: Os carros e a aerodinâmica.

Os carros de F1 são preparados exclusivamente para circuitos mistos, com curvas de alta velocidade, baixa velocidade e retas; já os da Indy, sempre priorizaram os ovais, circuitos em que são feitos quase que em sua totalidade com o pé fundo no acelerador. Para os carros da F1 é necessária uma grande carga aerodinâmica, ou seja, é necessário que o carro esteja bem ‘colado’ no chão, para que os pilotos possam fazer as curvas com o máximo de aceleração possível, sem que o carro não consiga fazer a curva ou, simplesmente, se solte do chão, fazendo com que virar o volante se torne inútil.

Na Indy, porém, é necessária a maior velocidade sem a grande importância da pressão aerodinâmica, pois priorizando circuitos ovais, o que se faz necessário é apenas a velocidade. Afinal as pistas têm grande angulação, evitando que o carro saia pela tangente. Cabe aqui uma colocação importante: Em 2012, o campeonato da Indy é, em sua maioria, composto de circuitos mistos, não ovais, mas a ideia do DW12 é anterior ao lançamento do calendário.

Mas, creio eu, as diferenças entre os carros se dão pelas propostas distintas das categorias. A F1 desde sempre se preocupou em evoluir no campo tecnológico. Novas ideias que, futuramente, seriam implantadas em carros de passeio, eram testadas antes na F1, verificando a eficiência em situações extremas. A F1 permite que suas equipes montem seu próprio carro dentro dos limites impostos pelo regulamento, ou seja, cada equipe cria seu próprio carro, visando seu objetivo. Pode ser com uma grande carga aerodinâmica, prejudicando a velocidade em reta, ou com pouca carga aerodinâmica, prejudicando em curvas, mas o ideal é um carro balanceado, que consiga ser eficiente nas retas e curvas.

São usados túneis de vento para aferir a eficiência aerodinâmica dos carros. São salas enormes com grandes ‘ventiladores’ que geram uma corrente de ar que é aferida pelos computadores, sendo analisados os dados pelos engenheiros posteriormente.

Já a Indy, fornece o mesmo carro para todas as equipes, ou seja, todas trabalham com o mesmo carro, não havendo grande evolução a cada troca de carro. As equipes não podem colocar asas, aletas e outras coisas extras no carro. O carro é, basicamente, igual para todos.

Enfim, espero ter esclarecido alguns detalhes sobre os carros da Indy e F1. A extensão do texto se dá pela quantidade de diferenças entre os carros, há muitas outras que não citei. Caso tenham alguma dúvida, não hesitem em perguntar! Os comentários do blog estão ativados para isso!

André Ribeiro

Anúncios

6 respostas em “Indy vs F1

  1. Nesse feriadão a Isabel me perguntou a diferença entre F1 e Indy: fiquei sem resposta!
    Agora já sei responder… hahaha
    Muito interessante, espero o próximo post!
    Aquele abraço!

  2. Ano que vem as equipes da Indy terão a possibilidade de projetar as asas dianteiras, não tenho certeza quanto a traseira. Era pra ter sido nesse ano já, mas por causa da falta de conhecimento do carro, seria um total desperdício de dinheiro

    • Sei que, em teoria, ano que vem teremos diferentes pacotes aerodinâmicos fornecidos pela Dallara, certo?
      Essa falta de conhecimento do carro e desperdício de dinheiro mostram um pouco mais da diferença entre as categorias, não?
      Abraço, Thiago!

  3. Eu entendi a diferença entre os carros, mas qual a grande diferença entre as categorias? No meu leigo conhecimento, a diferença é que a Fórmula Indy tem circuitos ovais e a Fórmula 1, mistos! Mas deve ter algo que separa mais as duas categorias, se fosse só o circuito, um piloto de fórmula 1 seria tranquilamente de fórmula indy, até porque, como você disse, os circuitos de indy agora estão mistos, e isso nao quer dizer que todas as diferenças foram superadas.. quer?

    • Isso será visto nessa categoria do blog, Dani!
      Serão vários posts sobre as diferenças entre as categorias!
      Esse foi só o primeiro!
      As duas são bem diferentes! Os carros tem mais diferenças ainda! E, como dito, já são bem diferentes de pilotar!
      Obrigado pelo comentário! Honrado, pois!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s